NotíciasAlerta FIFPro! Violência no futebol impacta na saúde mental dos jogadores

Alerta FIFPro! Violência no futebol impacta na saúde mental dos jogadores

O Sindicato Mundial de Jogadores de Futebol (FIFPro) divulgou um relatório que faz um alerta sobre a crescente incidência de violência no mundo do futebol e suas consequências. O documento destaca a crescente apreensão entre os atletas em relação à própria segurança, identificando não apenas problemas no desempenho em campo, mas também impactos negativos na saúde mental.

A pesquisa elaborada pela FIFPro envolveu uma análise de entrevistas com jogadores, uma sondagem com 41 sindicatos nacionais de atletas e revisão de reportagens na imprensa especializada. Segundo 76% dos sindicatos consultados, a preocupação com a segurança é um fator em ascensão entre os jogadores. Além disso, 66% das organizações observaram um aumento na violência e abuso por parte dos torcedores.

A FIFPro destaca, de maneira especial, a preocupação relacionada ao uso de sinalizadores e artefatos durante as partidas. No entanto, a violência não se limita a essas manifestações, abrangendo desde ataques físicos a jogadores por invasores de campo até abusos verbais, incluindo discriminação e direcionamento a familiares. Surpreendentemente, 88% dos sindicatos afirmam que ameaças ou violência impactam negativamente o desempenho dos jogadores, enquanto 83% relacionam esses incidentes a problemas de saúde mental.

- Advertisement -

Alexander Bielefeld, diretor de política global e relações estratégicas para o futebol masculino da FIFPro, enfatiza a necessidade de combater de forma urgente essa cultura de agressão normalizada no ambiente de trabalho dos jogadores. Ele ressalta que, diante do aumento alarmante da violência, é necessário que as partes interessadas no futebol, incluindo clubes, ligas e federações, intensifiquem a cooperação para identificar medidas que garantam a segurança de jogadores, funcionários e espectadores.

Os sindicatos entrevistados expressam que a tecnologia pode ser uma aliada eficaz na contenção dos agressores. Para 98% deles, dispositivos como scanners de segurança e sistemas de reconhecimento facial podem contribuir significativamente para o aumento da sensação de segurança entre os jogadores. Além disso, 88% acreditam que os clubes precisam fazer mais para banir efetivamente os torcedores envolvidos em atos violentos, sublinhando a necessidade de uma ação proativa por parte das instituições esportivas.

Autor

Redação TVPsi
Redação TVPsi
Somos um portal dedicado a saúde mental. Uma resposta ousada à verdadeira pandemia mundial.

Leia mais

- Publicidade -
Publicidade

Últimas Notícias

Veja Também

- Publicidade -